GALERIA

“Considero que o crescimento das energias renováveis vai ser sustentável nos próximos 3-4 anos para grandes e pequenos investidores, já é um caminho sem volta”


A Review Energy conversou com Geraldo Luiz Dias, Diretor de Operações na GLD Energia, para conhecer sobre o novo equipamento desenvolvido pela GLD Energia para manutenção de usinas solares e sua perspectiva do mercado de energia renovável no futuro.


Dentro dos serviços da GLD Energia estão a consultoria e construção de usinas solares. Atualmente, quais são os principais desafios para o desenvolvimento desses projetos renováveis ??no Brasil?

 

Hoje o grande desafio está na consolidação do projeto em função da necessidade do cliente, isso falando como EPC, as vezes também trabalhamos com Due Dilligence, para grandes players do mercado tanto na aquisição como na venda de algum ativo. Os maiores desafios para GD (Geração Distribuida) são modelos de financiamentos específicos para esse mercado principalmente nas garantias exigidas; a necessidade de haver um selo de qualidade na implantação de usinas que irá comprovar a aplicação das normas vigentes e boas práticas;  

 

Uma questão relevante no momento é a importância de um correto funcionamento e manutenção das usinas solares para garantir que a produção de energia elétrica é a esperada e para eles existem cada vez mais metodologias de realização de manutenções nos módulos. Tecnicamente o que GLD Energia oferece como uma proposta para a questão da manutenção das usinas solares no Brasil?

 

A cada ano a GLD busca inovar no atendimento aos seus clientes de O&M fotovoltaico. Lançamos em setembro/21 uma nova máquina de lavagem de módulos PV WASHER 600 que não existe no Brasil, e pesquisando fora não conseguimos identificar algo parecido. É uma máquina que faz a lavagem sem contato com o modulo, ou seja, ela espalha uma nuvem de água com velocidade controlada consegue lavar o modulo tanto pela parte traseira como a parte frontal; isso porque as vezes tem trackers que pela sua operação com eixo no solo o aceso fica difícil. O equipamento tem alta produtividade, pode servir para lavar 35 módulos por minuto em mono-eixo e um gasto de agua de aproximadamente entre 1.2 e 1.5 Litros por modulo. Atende os requisitos da maioria dos fabricantes de módulos que indicam em seu datasheet evitar o contato de qualquer material com o módulo. Hoje, a maioria dos equipamentos disponíveis no mercado utilizam-se de cerdas macias e adição de pouca água, podendo causar ao longo do tempo microfissuras. Caso isso ocorra, pode causar problemas com a garantia do fabricante. O PV WASHER 600 atende as exigências dos fabricantes, mas também tem um custo benefício para o dono da usina que está fazendo a limpeza.

 

Nós oferecemos o serviço de limpeza de módulos e também vendemos estes equipamentos com toda a assistência que seja necessária e, se o cliente não quiser investir podemos fazer um contrato que permita atender estes serviços.

 

Em todo o mundo estamos passando por um período conturbado graças a pandemia do Covid-19, como o senhor visualiza o mercado das energias renováveis nos próximos meses? Qual a sua projeção para esta área no período pós pandêmico?

 

Eu vejo o mercado de energias renováveis crescer ainda mais e isso considerando a crise hídrica que no Brasil temos uma matriz energética dependente de hidrelétricas e do clima e, considerando que o Brasil é um pais de dimensões continentais e o consumo interno precisa crescer, teremos boas oportunidades. Eu vejo muito o mercado crescendo e novos investimentos para geração de energia e considero que esse crescimento vai ser sustentável nos próximos 4-5 anos para grandes e pequenos investidores. Energia solar fotovoltaica é um caminho sem volta!

Comentarios

  • Sé el primero en comentar...


Deja tu comentario