GALERIA

Inaugurado o maior complexo solar do Brasil


As usinas solares Brígida, Bom Nome e Belmonte, em Pernambuco, foram inauguradas pelos ministros de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, e pelo ministro do Turismo, Gilson Machado; junto com o presidente da Solatio, Pedro Vaquer, e o prefeito de São José de Belmonte, Romonilson Mariano.

Essas usinas serão o maior parque de geração solar da América Latina, onde os investimentos chegaram a 3 bilhões de reais (mais de 570 milhões de dólares), e as obras geraram 2,5 mil empregos diretos e indiretos.

O promotor destas centrais foi a espanhola Solatio e têm uma capacidade instalada de 810 MWp. A usina de Brígida adicionará 80 MW de potência ao Sistema Interligado Nacional (SIN); A usina de Bom Nome terá 130 MW e começará a operar em abril de 2022. A usina de Belmonte, que terá 600 MW de potência, deve entrar em operação a partir do terceiro trimestre de 2022.

A Solatio é a maior empresa de projetos de energia solar fotovoltaica do Brasil, com 10 GW em andamento ou em operação nos segmentos regulado, livre e de geração distribuída (GD).

 

Comentarios

  • Sé el primero en comentar...


Deja tu comentario